Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Óbito/Jaime Neves: Primeiro-ministro elogia "contribuição extraordinária para a democracia"

Lusa

  • 333

Santiago, 27 jan (Lusa) - O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, lamentou hoje a morte do general Jaime Neves e elogiou-o pela sua "contribuição extraordinária para a implantação da democracia" em Portugal.

"O general Jaime Neves foi um militar de exceção, um homem que deixou uma contribuição extraordinária para a implantação da democracia no nosso país", afirmou o primeiro-ministro, referindo que o general "esteve envolvido no movimento dos Capitães de Abril, em 1974, e foi ainda uma das peças muito relevantes para o desfecho do 25 de Novembro".

Pedro Passos Coelho falava em conferência de imprensa, em Santiago do Chile, onde se deslocou para participar na Cimeira União Europeia/Comunidade de Estados da América Latina e Caraíbas (UE/CELAC), no sábado e no domingo.