Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Óbito/Chávez: Morte de líder da Venezuela é "perda para a democracia mundial" - Boaventura Sousa Santos

Lusa

  • 333

Coimbra, 06 mar (Lusa) -- O sociólogo português Boaventura Sousa Santos, várias vezes citado por Hugo Chávez nos discursos, disse hoje que a morte do presidente da Venezuela constitui "uma perda extraordinária para a democracia mundial".

Chávez era "um dos mais carismáticos líderes do mundo, que combinava carisma com democracia", disse Boaventura Sousa Santos à agência Lusa, enaltecendo as transformações sociais dos últimos anos naquele país da América do Sul.

Os governos de Chávez promoveram "uma redistribuição social da riqueza do país", sobretudo da que resulta da exploração do petróleo, "que antes ficava nas mãos das oligarquias", disse.