Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Obama compromete-se a novos esforços para fechar prisão de Guantanamo

Lusa

  • 333

Washington, 30 abr (Lusa) - O Presidente norte-americano, Barack Obama, comprometeu-se hoje a fazer um novo esforço para encerrar a prisão militar de Guantanamo, onde aumentam os casos de greve de fome entre os reclusos ali detidos por suspeitas de terrorismo.

Numa conferência de imprensa na Casa Branca, Obama chamou a Guantanamo uma "terra de ninguém" legal e afirmou não querer que algum recluso morra à fome, apelando ao Congresso norte-americano para o ajudar a encontrar uma solução a longo prazo que permita continuar a perseguir os suspeitos de terrorismo com a prisão fechada.

"Continuo a acreditar que temos que fechar Guantanamo. Penso que é essencial para nós perceber que Guantanamo não é precisa para manter a América segura", declarou o chefe de Estado norte-americano.