Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Obama apela aos republicanos para que se libertem dos "extremistas"

Lusa

  • 333

Washington, 27 set (Lusa) -- Com o Governo dos EUA a menos de 100 horas de um encerramento prejudicial, o Presidente Barack Obama apelou hoje aos republicanos para que deixem de satisfazer "extremistas" e aprovem um Orçamento sob pena de um caos económico.

Obama saudou o Senado por ter aprovado medidas de permitem um financiamento temporário do Governo, o que remeteu a decisão seguinte para a Câmara dos Representantes, onde uma fação extremista dos republicanos está apostada em cortar o financiamento à reforma dos cuidados de saúde, designada Obamacare.

Admite-se que a Câmara dos Representantes, dominada pelos republicanos, devolva com alterações ao Senado, de maioria democrata, a proposta que este aprovou, o que deixa pouco tempo para a legislação ser aprovada nas duas câmaras do Congresso antes de terminar o ano orçamental (23:59 de 30 de setembro).