Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Obama acusa republicanos de ameaçarem o crescimento e o emprego nos EUA

Lusa

  • 333

Washington, 01 mar (Lusa) -- O Presidente dos EUA acusou na quinta-feira os republicanos de ameaçarem o crescimento e o emprego ao recusarem uma subida dos impostos para os mais abastados, na véspera de uma reunião com os líderes do Congresso.

Depois do fracasso no Senado, na quinta-feira, de um plano democrata que previa um aumento dos impostos pagos pelos mais abastados, Obama reafirmou que os eleitos conservadores tinham optado por "ameaçar a economia com um conjunto de cortes orçamentais, automáticos e arbitrários, que vão custar empregos e diminuir o crescimento".

Em comunicado, Obama afirmou que "os republicanos do Senado podiam escolher a forma de fazer crescer a economia e reduzir o défice", mas, "em vez de suprimirem um benefício fiscal que beneficia os mais ricos e os que têm melhores conhecimentos, escolheram atacar os serviços cruciais destinados às crianças, aos idosos, aos militares e às suas famílias".