Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

O importante é "manter o rumo" mesmo que as previsões para o défice falhem -- Vítor Gaspar

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 nov (Lusa) - O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, defendeu hoje que o fundamental para o sucesso do programa de ajustamento é "manter o rumo" e não "a precisão das previsões" para o défice.

"Como num barco no meio duma tempestade, é crucial manter o sentido do rumo, independentemente de a viagem ocorrer [ou não] no calendário previsto", disse Gaspar numa audiência perante a comissão parlamentar de acompanhamento ao programa de assistência a Portugal.

Gaspar respondia a questões de João Semedo, deputado do Bloco de Esquerda, que confrontou o ministro com as previsões para o défice e para o desemprego do Governo, que vieram a revelar-se erradas.