Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Novo modelo de governação das CIM "desvirtuará o funcionamento democrático" -- vice-presidente ANMP

Lusa

  • 333

Valença, 13 dez (Lusa) - O vice-presidente da Associação Nacional dos Municípios Portugueses (ANMP) classificou hoje o novo modelo de governação das comunidades intermunicipais (CIM) proposto pelo Governo como uma "aberração", que "desvirtuará o funcionamento democrático" daqueles órgãos.

"É uma aberração porque transforma os executivos máximos de cada município, que são os presidentes de Câmara, em membros de um conselho consultivo apenas com poderes deliberativos", afirmou à agência Lusa Rui Solheiro.

O vice-presidente da ANMP e líder da CIM Alto Minho, uma das duas escolhidas em 2011 pelo Governo para um estudo piloto de descentralização de competências da Administração Central, garante que o modelo de governação agora proposto "é uma surpresa", já que "nunca esteve em cima da mesa" na fase anterior.