Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Novo embaixador brasileiro em Angola tem condenações por desvio de dinheiro e má administração

Lusa

  • 333

Brasília, 16 set (Lusa) - O diplomata brasileiro José Carlos Fonseca Júnior, indicado para ser o novo embaixador em Angola, foi condenado duas vezes por desvio de verba pública e má administração, em primeira instância.

Fonseca Júnior, que é ex-deputado e diplomata de carreira, apresentou recurso das duas condenações e os casos ainda estão a ser apreciados na justiça brasileira. Atualmente, é embaixador na Birmânia.

O diplomata foi indicado pelo Brasil para a embaixada em Luanda e já recebeu o acordo de Angola em agosto. Antes de assumir o cargo, que é ocupado atualmente por Ana Lucy Gentil Cabral, o nome de Fonseca Júnior ainda precisa de ser aprovado no Senado brasileiro.