Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Novo contrato com Agência Lusa prevê "rede revista de correspondentes e delegados" - Miguel Relvas

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 out (Lusa) - O ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares disse hoje que o novo contrato com a Agência Lusa prevê "uma rede revista de correspondentes e delegados" e que os despedimentos "só em última linha serão ponderados".

"O Governo deu instruções bem claras, e que são do conhecimento dos representantes dos trabalhadores da empresa, no sentido de evitar a todo o custo situações de cessação da relação de trabalho as quais só em última linha poderão ser ponderadas", afirmou Miguel Relvas.

Numa intervenção no debate de atualidade pedido pelo BE sobre a "situação da Agência Lusa e a pluralidade", Miguel Relvas afirmou que está a ser preparado o novo contrato de prestação de serviços com a Lusa, que será assinado até ao final do ano em curso, que incluirá "uma rede revista de correspondentes e de delegados".