Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Novo Conceito Estratégico de Defesa vai trazer maior "coerência" às reformas do setor - ministro

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 out (Lusa)- O ministro da Defesa afirmou hoje que o novo Conceito Estratégico vai trazer maior "coerência" à reforma das Forças Armadas, que deve alcançar um maior "equilíbrio" entre o produto operacional e o funcionamento da instituição militar.

Na cerimónia de entrega da proposta de Grandes Opções do Conceito Estratégico de Defesa Nacional (CEDN), José Pedro Aguiar-Branco considerou que o documento final, que será aprovado brevemente em Conselho de Ministros, dará "uma linha de coerência sistemática" a uma "reforma importante mas que seja coerente com o que é necessário na capacidade de resposta das Forças Armadas".

As linhas gerais do CEDN foram apresentadas numa cerimónia no Forte de São Julião da Barra que foi presidida pelo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, e onde discursou também o presidente da comissão que elaborou o documento, Luís Fontoura.