Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Novo centro hospitalar do Algarve não prevê extinção de valências - ARS

Lusa

  • 333

Faro, 18 abr (Lusa) - O presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve assegurou hoje à agência Lusa que não haverá extinção de valências nos hospitais mais pequenos, de Portimão e Lagos, com a criação do Centro Hospitalar do Algarve.

A proposta da ARS/Algarve de criação do Centro Hospitalar do Algarve, que vai fundir as unidades de Faro, Portimão e Lagos (as duas últimas integram o Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio), foi aprovada na quarta-feira em Conselho de Ministros e anunciada hoje.

"A extinção de valências não está prevista, nem faz sentido acontecer, porque os doentes continuam a existir e o Barlavento continua a ter os seus doentes. Vai haver é uma melhoria na acessibilidade a essas valências porque vamos potenciar o número de especialistas na região", afirmou Martins dos Santos.