Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Novo bispo das Forças Armadas garante que não será um "líder sindical"

Lusa

  • 333

Braga, 10 out (Lusa) - O novo bispo das Forças Armadas e de Segurança garantiu que não vai "abençoar armas", que não será um "líder sindical" e que pugnará por "incutir" valores humanos através da "motivação da harmonia" e estímulo à "boa camaradagem".

Manuel Linda, em declarações à agência Lusa, após ter conhecimento da nomeação de Ordinário Castrense para Portugal, apontou que as forças de segurança são "soluções de paz" e que "só assim" podem ser encaradas pela Igreja Católica.

O até agora bispo auxiliar de Braga foi o escolhido pelo Papa Francisco, a quem agradece a "prova de confiança" para substituir Januário Torgal Ferreira, que pediu a resignação por ter atingido o limite de idade.