Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nova Zelândia vai retirar esta semana os seus últimos militares de Timor-Leste

Lusa

  • 333

Sidney, 07 nov (Lusa) -- A Nova Zelândia vai retirar esta semana os seus últimos militares destacados em Timor-Leste, depois de 13 anos de operações naquele país, que garantiu a independência em 2002, informou hoje a imprensa local.

Cerca de 80 membros das Forças de Defesa da Nova Zelândia, que formaram parte da Força Internacional de Estabilização liderada pela Austrália desde 2006, vão regressar a casa na sexta-feira e serão substituídos por outra equipa de militares para repatriar equipamentos e veículos, informou o canal de televisão neo-zelandês TV3.

A Nova Zelândia vai manter também cinco militares em Timor para a formação do Exército timorense no que se refere ao uso de armas, assuntos logísticos, de administração e língua inglesa.