Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nova ponte no Tejo dá ao Porto direito de exigir tratamento igual - Menezes

Lusa

  • 333

Porto, 20 jun (Lusa) -- O presidente da Câmara de Gaia defendeu hoje que, se avançar a terceira travessia do Tejo, cujo custo dá para pagar "60 pontes no Porto", os contribuintes da região "tem todo o direito de exigir tratamento igual".

"A ponte D. Pedro V, prevista no Plano Diretor Municipal do Porto, custaria 25 milhões de euros. A terceira travessia sobre o Tejo, que vai avançar -- basta ser em Lisboa para avançar -- vai custar 1,5 mil milhões de euros. Isso pagaria 60 pontes no Porto", alertou Luís Filipe Menezes em Gaia, à margem da inauguração do Centro Interpretativo das Pontes do Douro.

Para o também candidato do PSD à Câmara do Porto, "é evidente que, se avançar essa ponte em Lisboa, os contribuintes do Porto têm todo o direito de exigir tratamento igual aos cidadãos e contribuintes da Grande Lisboa".