Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nova lei do arrendamento "precisa de ser atentamente vigiada" - Assunção Cristas

Lusa

  • 333

Lisboa, 19 nov (Lusa) -- A ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, Assunção Cristas, considerou hoje que a nova lei do arrendamento necessita de ser "atentamente vigiada" e que conta, para isso, com a ajuda das universidades.

"O trabalho das universidades é fundamental para detetar imperfeições e sinalizar o que está a correr bem e mal. Esta é uma reforma muito importante e estruturante", sublinhou a governante, na abertura do Congresso Intensivo sobre Direito do Arrendamento, que decorre até terça-feira na Faculdade de Direito de Lisboa.

Perante mais de uma centena de participantes, Assunção Cristas defendeu que a nova lei de arrendamento, que entrou em vigor há uma semana, será importante não só para "agilizar" o mercado de arrendamento, como para "dar um impulso" à requalificação urbana.