Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nova estirpe de gripe A na China exige medidas extra de segurança e higiene, alerta FAO

Lusa

  • 333

Roma, 05 abr (Lusa) -- A agência das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) apelou hoje a um reforço das medidas de segurança e higiene face ao surgimento de uma nova estirpe de gripe A na China

Em comunicado hoje divulgado, a agência afirma que ao contrário do vírus da gripe H5N1, em que as aves morriam em grande número, com o vírus H7N9, mais difícil de detetar, "não há nenhum sinal que imediatamente alerte para uma infeção", pelo que os produtores "podem não estar cientes de que o vírus está a circular nos seus animais".

"As medidas de biossegurança e higiene vão ajudar as pessoas a protegerem-se de um vírus que está a infetar aves ou outros animais aparentemente saudáveis", afirmou Juan Lubroth, Responsável Veterinário da FAO.