Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nova ação judicial intentada contra S&P na Austrália devido à crise financeira

Lusa

  • 333

Sydney, 18 abr (Lusa) -- Os advogados que venceram um caso na Austrália contra a Standard & Poor's na sequência da crise financeira intentaram hoje uma nova ação contra a agência de notação financeira.

A firma de advogados IMF Australia informou que intentou uma nova ação contra a S&P em nome de 90 igrejas, conselhos e instituições de caridade que perderam milhões na sequência da compra de produtos financeiros (obrigações garantidas por dívida designadas CDO - 'collateralized debt obligations'), cujos riscos foram subavaliados por aquela agência, conduzindo à crise financeira de 2007 e 2008.

"Os investidores, que estavam quase exclusivamente a investir fundos públicos para facilitar trabalhos públicos e serviços comunitários, basearam-se nas notas elevadas de uma agência independente e objetiva para os investimentos que estavam a considerar", explicou a firma ao salientar que aqueles "não tinham investido em CDOs se não fossem essas notas elevadas atribuídas pela S&P".