Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nobel/Paz: Malala diz que ainda não merece o prémio, um ano depois do ataque

Lusa

  • 333

Mingora, Paquistão, 09 out (Lusa) - A jovem ativista paquistanesa Malala Yousafzai, nomeada para o Nobel da Paz, diz que ainda não fez o suficiente para merecer o prémio, precisamente um ano depois de ser alvejada na cabeça por talibãs.

A adolescente, de 16 anos, foi vítima de um tiro na cabeça, disparado por talibãs paquistaneses a 09 de outubro do ano passado por falar contra aqueles radicais islâmicos.

Desde então, Malala tornou-se uma embaixadora global do direito à educação para todas as crianças.