Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ninguém quer greve da TAP mas cortes salariais são para avançar - Governo

Lusa

  • 333

Lisboa, 08 mar (Lusa) -- O secretário de Estado dos Transportes disse hoje que ninguém quer a greve dos trabalhadores da TAP mas lembrou que o Orçamento do Estado "é para cumprir" e não há exceções para os cortes salariais.

"Temos as linhas de diálogo ainda estabelecidas e continuamos a apostar nesse diálogo como forma de ultrapassar as diferenças que ainda existem entre o grau de liberdade, que é muito pequeno, por parte do Governo, e as renvindicações, que são legítimas, por parte dos sindicatos", disse Sérgio Monteiro aos jornalistas no final da assinatura de um plano para o relançamento do setor da construção e imobiliário.

A adesão à greve da TAP, marcada para 21 a 23 de março, atingiu "o pleno" com a adesão de mais quatro sindicatos, que se juntaram aos oito que compõem a plataforma, disse hoje à agência Lusa o dirigente sindical André Teives.