Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nicolás Maduro pede perdão aos venezuelanos por demorar a 'atacar' especuladores

Lusa

  • 333

Caracas, 14 nov (Lusa) - O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu perdão aos venezuelanos, esta quarta-feira, por ter demorado a 'atacar' os especuladores que aumentaram injustificadamente o preço dos produtos que vendem.

"Confesso que não sabia que a situação era tão grave. Peço perdão ao povo da Venezuela por ter demorado tanto tempo a lançar esta ofensiva económica. Pedimos perdão ao povo de Venezuela, devíamos tê-lo feito em setembro, antes desta época", disse.

Nicolás Maduro pediu perdão durante um ato transmitido pela televisão estatal, cinco dias depois de obrigar as lojas de eletrodomésticos do país a baixarem os preços, na sequência de inspeções que detetaram alegados "aumentos injustificados" e motivaram também intensas fiscalizações a 'stands' de automóveos e lojas de peças para viaturas, de ferragens, têxteis, brinquedos, calçados e alimentos.