Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ni Amorim volta à Guia 18 anos depois aos comandos de um Scirocco para o GP Macau

Lusa

  • 333

Macau, China, 13 out (Lusa) - O piloto português Ni Amorim volta a alinhar numa grelha de partida do Grande Prémio de Macau na prova comemorativa da 60.ª edição do evento, que reúne estrelas do automobilismo em carros Volkswagen feitos em Portugal.

Dezoito anos depois de ter alinhado pela última vez em Macau como piloto profissional, aos comandos de um Opel, Ni Amorim regressa à pista citadina do território para disputar o "Masters Challenge Scirocco", um troféu mono marca que reúne antigos campeões de várias provas de Macau e pilotos que chegaram à Fórmula 1 depois de triunfarem nos 6,1 quilómetros do circuito da Guia.

Ni Amorim nunca ganhou em Macau e, em corrida, nunca foi além do quarto posto, mas o mais perto que esteve do título foi em 1993, quando aos comandos de um BMW conquistou a "pole position" e andou sempre lá na frente até ser atraiçoado por um "corte cirúrgico" nos pneus.