Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nápoles vai exigir 100 ME por "deficiente assistência médica" a Higuaín

Lusa

  • 333

Nápoles, Itália 27 ago (Lusa) - O Nápoles vai exigir ao município de Capri e à região italiana da Campânia uma indemnização de 100 milhões de euros por considerar que foi prestada uma deficiente assistência médica ao seu futebolista Gonzalo Higuaín.

O presidente do Nápoles, Aurelio de Laurentiis, disse hoje que pediu aos seus advogados que avancem com o pedido de indemnização após ver o estado do avançado argentino, que na segunda-feira foi suturado com 10 pontos na cara num hospital da região da Campânia após ter escorregado num iate ao largo da ilha de Capri (sul de Itália).

"Quando vi as fotos de Higuaín disse logo aos meus advogados: vamos pedir 100 milhões de euros de indemnização a todas as instituições que depois daremos à caridade", declarou De Laurentiis à televisão Sky.