Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Não há cautelas na contratação de bancários em Angola -- Ministério do Interior

Lusa

  • 333

Luanda, 30 jul (Lusa) -- O ministro do Interior de Angola, Ângelo Tavares, manifestou hoje a preocupação do seu ministério com "a ausência de algumas cautelas" pelos bancos angolanos, designadamente no recrutamento de trabalhadores para a atividade bancária.

O governante angolano discursava na abertura de um encontro que manteve hoje com o Governador do Banco Nacional de Angola (BNA), José Massano, e representantes de bancos comerciais, para a definição de bases para uma atuação coordenada das instituições financeiras e os órgãos de polícia.

Ângelo Tavares lamentou que, como exemplo, no processo de recrutamento de trabalhadores "nem sequer são solicitados cadastros policiais e/ou criminais para aferir a idoneidade do cidadão a recrutar".