Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nações aumentam esforços para reduzir abate ilegal de árvores ameaçadas

Lusa

  • 333

Banguecoque, 12 mar (Lusa) -- A Convenção para o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas (CITES) anunciou hoje um aumento dos esforços para proteger as espécies de árvores ameaçadas pelos madeireiros ilegais em Madagáscar, no Sudeste Asiático e na América Central.

Os 178 membros da organização reuniram-se em Banguecoque, Tailândia, onde aprovaram propostas que visam ajudar os países a regular mais eficazmente o comércio de madeiras tropicais, dificultando a sua venda por parte de madeireiros ilegais.

"O CITES nunca tinha aceitado tantas propostas para adicionar espécies de árvores à lista [de espécies protegidas] ", afirmou Juan Carlos Cantú, da associação 'Defenders of Wildlife'.