Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Na Universidade de Lisboa 12% dos alunos sentem-se sozinhos e deprimidos

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 set (Lusa) -- Cerca de 12% dos alunos de licenciatura ou mestrado integrado da Universidade de Lisboa no ano letivo de 2012-2013 sente-se frequentemente deprimido ou sozinho, segundo dados sobre consumos e estilos de vida no ensino superior.

O Estudo Consumos e Estilos de Vida no Ensino Superior, hoje apresentado e realizado em conjunto pelo Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e Dependências (SICAD), Observatório Permanente da Juventude do Instituto de Ciência Sociais da Universidade de Lisboa e Conselho Nacional da Juventude, procurou aferir os hábitos na prática de desporto, alimentação, lazer, ingestão de bebidas alcoólicas e consumo de substâncias psicoativas, inquirindo através da Internet mais de três mil alunos.

Vítor Ferreira, investigador do ICS e coordenador do estudo, disse à Lusa que o objetivo do trabalho, que se pela primeira vez, teve como ponto de partida um facto pouco considerado em outros estudos, que é o de que "a vida universitária não se resume à sala de aula e que há uma série de eventos com efeitos na vida dos estudantes".