Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Na América Latina 32 milhões de pessoas não têm acesso a energia elétrica

Lusa

  • 333

Tegucigalpa, 17 jul (Lusa) -- Na América Latina cerca de 32 milhões de pessoas não têm acesso a eletricidade, apesar da riqueza da região em recursos necessários à sua produção, disse o secretário executivo da Organização Latino-americana de Energia, Victorio Oxilia.

As pessoas sem acesso a anergia elétrica representam sete a oito por cento da população latino-americana, quantificou Oxilia, que participava no III Seminário Latino-americano e das Caraíbas de Petróleo e Gás, que terminou quarta-feira em Tegucigalpa.

Na sua opinião, os países da América Latina têm de "investir muito dinheiro" em tecnologia para converter a água, o ar e o gás em energia que promova o desenvolvimento regional.