Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mutilação genital diminui nalguns países, mas está inalterada noutros - Unicef

Lusa

  • 333

Nova Iorque, 22 jul (Lusa) -- A mutilação genital feminina "diminuiu nalguns países", mas permanece "praticamente inalterada" noutros, estimando-se que, em metade destes casos, a maioria das meninas seja submetida à prática antes dos cinco anos, conclui a Unicef.

O mais recente relatório sobre a prevalência da mutilação genital feminina (MGF), divulgado hoje pela agência das Nações Unidas para a infância, aponta para um declínio da prática em "pouco mais de metade dos 29 países estudados".

No total, a Unicef estima que 125 milhões de mulheres vivas atualmente tenham sido submetidas à prática. Este número está cinco milhões abaixo do anteriormente divulgado pelas Nações Unidas, mas o risco permanece inalterado: 30 milhões de meninas estão sujeitas a serem submetidas à prática na próxima década.