Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Multinacionais devem respeitar direitos das famílias realojadas -- diretor da ONU-Habitat em Moçambique

Lusa

  • 333

Maputo, 16 out (Lusa) - O diretor executivo do Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat), Joan Clos, apelou hoje às multinacionais para que respeitem os direitos humanos durante o processo de transferência de famílias decorrrente da implantação de grandes projetos industriais.

Em declarações aos jornalistas, em Maputo, no quadro de uma visita oficial a Moçambique, Joan Clos lembrou que a ONU-Habitat tem "uma posição muito conhecida" a propósito do realojamento de populações resultante do estabelecimento de indústrias.

"As multinacionais devem (neste processo de transferência de famílias) minimizar os danos ao máximo, quanto menos melhor, seguindo os processos legais, respeitando a lei e fazendo adequadas compensações, respeitando os direitos humanos dos cidadãos", disse o diretor executivo da ONU-Habitat, quando questionado pela Lusa sobre desentendimentos entre famílias e grupos empresariais.