Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mulher de Vale e Azevedo confirma estar acusada de ser cúmplice de burla qualificada com o marido

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 dez (Lusa) -- A mulher de João Vale e Azevedo confirmou hoje estar acusada de ser "cúmplice material de um crime de burla qualificada", num processo que envolve o marido, mas diz que está de "consciência absolutamente tranquila".

Filipa Azevedo reagia assim à agência Lusa a uma notícia divulgada hoje pelo Correio da Manhã, segundo a qual o antigo presidente do Benfica e a mulher foram acusados pelo Ministério Público (MP) por burlas e falsificações de documentos.

"Confirmo que no passado dia 19 de dezembro fui surpreendida com uma acusação de ser 'cúmplice material de um crime de burla qualificada' num processo que envolve, para além do meu marido João Vale e Azevedo, factos, pessoas e empresas que desconheço em absoluto", afirma Filipa Azevedo numa nota enviada à agência Lusa.