Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Muitos dos cursos não acreditados já não funcionavam há anos - administrador da Lusófona

Lusa

  • 333

Lisboa, 04 nov (Lusa) -- O administrador da Universidade Lusófona, Manuel Damásio, disse hoje que muitos dos cursos que não foram acreditados pela Agência de Acreditação e Avaliação do Ensino Superior "já não funcionavam, na prática, há anos".

Em declarações à agência Lusa, Manuel Damásio, presidente do conselho de administração do grupo Cofac, que detém a Universidade Lusófona, precisou que, no caso do grupo Lusófona, a maioria dos cursos já não estava funcionar na prática. Dos cursos que estão a ser lecionados, apenas o doutoramento em Ciência Política e o curso de Ciências Aeronáuticas não foram acreditados.

A Agência de Acreditação e Avaliação do Ensino Superior avaliou 420 cursos não validando 107 cursos entre licenciaturas, mestrados e doutoramentos de politécnicos privados e públicos, universidades públicas e privadas.