Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mudanças no IRC não entram no Orçamento do Estado mas são para 2014 - Paulo Núncio

Lusa

  • 333

Lisboa, 26 jul (Lusa) - O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio, afirmou hoje que as mudanças a fazer no IRC não vão estar incluídas no próximo Orçamento do Estado, sendo incluídas numa proposta de lei autónoma, e voltou a pedir apoio do PS.

O governante, que falava durante a apresentação do anteprojeto de reforma do IRC no Ministério das Finanças em Lisboa, explicou que o Governo só irá tomar decisões sobre a proposta entregue pela comissão liderada por António Lobo Xavier depois de 01 de outubro, quando a comissão apresentar o seu projeto final.

Paulo Núncio explicou que estas mudanças serão alvo de uma "proposta de lei autónoma do Orçamento do Estado e entrará em vigor no início de 2014".