Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

MP pede a condenação de Rui Alves no denominado "Caso Nacional"

Lusa

  • 333

Funchal, 28 out (Lusa) -- O Ministério Público pediu hoje a condenação de três dirigentes e três antigos futebolistas do Nacional, sugerindo a absolvição de outros cinco acusados, entre os quais o diretor dos Assuntos Fiscais da Madeira.

O julgamento do denominado 'Caso Nacional', no âmbito do qual responsáveis do clube madeirense, incluindo o seu presidente, Rui Alves, vários ex-dirigentes, entre os quais o atual diretor dos Assuntos Fiscais da Madeira, João Machado, e antigos jogadores, estão a ser julgados pelos crimes de fraude, fraude fiscal e à Segurança Social e branqueamento de capitais, entrou hoje na fase das alegações finais, que prossegue a 11 de novembro pelas 09:30.

Em julgamento está um alegado esquema montado no clube que visava o pagamento de parte do salário de jogadores e técnicos do Nacional para que não fosse sujeito a tributação fiscal, um estratagema delineado quando do Nacional subiu à I Liga de futebol, na época 2001/2002, para contornar as dificuldades de contratar jogadores do Brasil, onde os rendimentos auferidos tinham supostamente uma tributação inferior à de Portugal.