Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

MP abre inquérito à Clínica do Bosque por causa de abortos ilegais

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 mai (Lusa) - O Ministério Público abriu inquérito à Clínica do Bosque, na Amadora, que, na sua página na internet, oferece serviços que incluem a interrupção da gravidez, sem ter sido autorizada legalmente pela Direção Geral da Saúde (DGS).

"Na sequência dos factos noticiados e respeitantes à Clínica do Bosque, o Ministério Público determinou a abertura de inquérito", diz nota enviada à agência Lusa, pela Procuradoria-Geral da República.

A Clínica do Bosque está a funcionar ilegalmente e disponibiliza-se para fazer abortos, entre outros serviços clínicos que oferece no seu "site" na Internet, apesar de uma funcionária, contactada pela agência Lusa, ter negado que estes atos médicos sejam praticados.