Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Motins em Moscovo depois da morte de um jovem por um "não eslavo"

Lusa

  • 333

Moscovo, 13 out (Lusa)- Milhares de pessoas amotinaram-se hoje no sul da capital russa em protesto contra o assassinato de um jovem russo por um desconhecido de origem "não eslava", que conseguiu escapar.

Os manifestantes, maioritariamente jovens, rebentaram as portas do centro comercial Biriuza no bairro de Biriulov (no sul de Moscovo), quebraram janelas e montras. Forças especiais da polícia foram enviadas para o local e detiveram sete pessoas, enquanto outros manifestantes tentavam libertar os detidos e lançavam garrafas contra a polícia.

A multidão, em seguida, dirigiu-se para um armazém de legumes onde trabalham muitos imigrantes que os manifestantes acusam de ser responsáveis pela alta taxa de criminalidade nesse bairro.