Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Moscovo reclama castigo para responsáveis por abate de helicóptero da ONU no Sudão do Sul

Lusa

  • 333

Moscovo, 22 dez (Lusa) - O ministro russo dos Assuntos Estrangeiros pediu hoje ao governo do Sudão do Sul que castigue os responsáveis que abateram na sexta-feira um helicóptero da missão da ONU, matando os quatro ocupantes, de nacionalidade russa.

"Apelamos ao governo do Sudão do Sul para iniciar o inquérito, para punir os responsáveis e que tome as medidas necessárias para garantir que isto não se repete", indicou o ministro russo, na sua página na internet.

A representante da União Europeia (UE) para os Assuntos Estrangeiros, Catherine Ashton, também apelou hoje ao Sudão do Sul para "cooperar plenamente no inquérito a este incidente muito grave".