Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mordomos e foliões da Bretanha aproximam igreja e sociedade nos Açores

Lusa

  • 333

Ponta Delgada, 10 nov (Lusa) -- O I Encontro de Mordomos e Foliões da Bretanha realiza-se a 29 de novembro, em S. Miguel, numa iniciativa inédita para aproximar a Igreja Católica da festa popular do Espírito Santo, o maior culto religioso dos Açores.

"Pretendemos aproximar a instituição do que é carismático, popular, que é o Espírito Santo. Com esta aproximação queremos, de certa forma, evangelizar as duas partes", afirmou Ricardo Tavares, pároco da Ajuda, do Pilar e dos Remédios da Bretanha, em declarações à Lusa, destacando que se trata de uma "experiência inédita" no arquipélago.

Este encontro, que contará com a presença do Bispo de Angra, António de Sousa Braga, vai reunir mordomos, que são as pessoas designadas anualmente por uma irmandade para organizar a Festa do Espírito Santo, e foliões, que integram os grupos que cantam cânticos religiosos nas cerimónias realizadas nas igrejas, nas benções dos impérios, nas ruas e em procissões.