Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Monte Branco: MP realizou buscas domiciliárias e a escritórios de venda de obras de arte

Lusa

  • 333

Lisboa, 07 mar (Lusa) - O Ministério Público realizou hoje cinco buscas domiciliárias e a escritórios ligados à venda de obras de arte no âmbito do processo Monte Branco, relacionado com fraude fiscal e branqueamento de capitais, revelou à Agência Lusa fonte ligada à investigação.

A mesma fonte precisou que a operação não envolveu mandados de detenção e que as buscas, coordenadas pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), foram efetuadas por suspeitas de fuga aos impostos na venda de obras de arte.

O caso Monte Branco é uma investigação do DCIAP a uma rede organizada de fuga ao fisco e branqueamento de capitais a operar em Portugal que, alegadamente, causou um prejuízo ao Estado de mil milhões de euros.