Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Moçambique/Eleições: Polícia deteve durante quatro horas dois jornalistas moçambicanos

Lusa

  • 333

Quelimane, 20 nov (Lusa) - Dois jornalistas moçambicanos foram detidos na terça-feira, durante cerca de quatro horas, pela polícia de Mocuba, província da Zambézia, centro de Moçambique, acusados de estarem a fazer campanha eleitoral, disse à Lusa um dos repórteres.

Fernando Lima, um veterano jornalista moçambicano, presidente do grupo Mediacoop, e António Munaita, do Diário da Zambézia, foram detidos no mercado municipal de Mocuba.

Segundo Lima, os dois foram encarcerados em celas separadas, depois de lhes terem sido tirados os cintos, os sapatos e os telemóveis e após se terem identificado como jornalistas, ao que os polícias responderam "atirando com essas credenciais ao chão".