Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Moçambique: Tio de Dhlakama não se interessa por política mas reza pela paz

Lusa

  • 333

Mangunde, Moçambique, 31 out (Lusa) - Afastada da estrada nacional e do ambiente de conflito no centro de Moçambique, Mangunde, terra onde Afonso Dhlakama nasceu há 60 anos, é uma pequena vila em paz, a meio de uma longa picada de terra batida.

O líder da Renamo estudou ali, na escola onde padres italianos continuam a ensinar técnicas de agricultura, mas, depois, ainda jovem, foi-se embora.

"Não o tornámos a ver, não voltou cá", diz Arone Ticutenae Tenana, tio direito de Dhlakama e régulo da pequena vila no interior da província de Sofala, a cerca de 100 quilómetros do local onde se têm registado mais ataques, que as autoridades atribuem à Renamo.