Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Moçambique poderá tornar-se num dos principais fornecedores minerais do Japão

Lusa

  • 333

Maputo, 30 out (Lusa) - Moçambique e Japão assinaram na segunda-feira um memorando de entendimento sobre reservas minerais, que poderá tornar o país africano num dos principais fornecedores da potência asiática, ainda a sofrer as consequências do acidente nuclear em Fukushima.

O acordo permitirá ao Japão beneficiar dos vastos recursos minerais de Moçambique, sobretudo carvão e gás, que poderão tornar-se em fontes de energia mais baratas do que as atuais, importadas da Austrália e do Qatar.

Mais de 60% do carvão termal e de 20% do gás consumidos no Japão são importados da Austrália e, numa altura em que o Japão vira costas à indústria nuclear, as reservas moçambicanas surgem com um grande atrativo de diversificação.