Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Moçambique: Parlamento Juvenil "indignado" com atribuição de habitações sociais à elite

Lusa

  • 333

Maputo, 31 jul (Lusa) - A organização moçambicana Parlamento Juvenil criticou hoje o governo de Maputo por atribuir habitações sociais, destinadas a jovens desfavorecidos, a ministros e figuras políticas da Frelimo, partido no poder, que, entretanto, as terão cedido a terceiros.

Em nota enviada à Lusa, o Parlamento Juvenil de Moçambique mostrou-se "indignado, mas não surpreendido" com uma decisão do executivo moçambicano de atribuir a membros do Governo, nomeadamente aos antigos combatentes, parte dos apartamentos da Vila Olímpica, local onde decorreram os Jogos Africanos, em 2011.

"Denunciamos as férias de memória da classe política nacional e repudiamos com veemência a falta de humildade e de solidariedade desta elite política em relação aos milhões de moçambicanos jovens e antigos combatentes para os quais a pobreza absoluta é uma realidade do dia-a-dia", refere a organização não-governamental, que debate assuntos de juventude.