Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Moçambique: Líderes da África Austral e dos Grandes Lagos condenam "violência da Renamo"

Lusa

  • 333

Maputo, 06 nov (Lusa) - A comunidade da África Austral e a Conferência Internacional sobre a Região dos Grande Lagos (ICGLR) condenaram "os recentes atos de violência" alegadamente perpetrados pela Renamo, principal partido da oposição em Moçambique, exortando o movimento a "cessar as ações".

Moçambique vive sob o espetro de guerra, devido a confrontos entre o exército moçambicano e alegados homens da Renamo (Resistência Nacional Moçambicana), no centro do país, motivados por desentendimentos entre o Governo moçambicano e o principal partido da oposição em torno da lei eleitoral.

Segundo a estatal Agência de Informação de Moçambique (AIM), num comunicado final sobre a cimeira, dedicada ao conflito na RDCongo, os chefes de Estado da SADC (Comunidade de Desenvolvimento da África Austral) e da ICGLR condenaram a Renamo devido "aos recentes atos de violência" alegadamente protagonizados pelo movimento.