Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Moçambique: Governo e Banco Mundial discutem irrigação sustentável

Lusa

  • 333

Chimoio, 13 jun (Lusa) - O Governo moçambicano e o Banco Mundial estão a discutir em Chimoio, Manica, centro de Moçambique, políticas de salvaguarda ambiental e social na implementação de projetos agrários, para que os lucros não suplantem os benefícios das comunidades.

A ideia é despertar o conhecimento das autoridades governamentais e parceiros agrários para ajudarem a assegurar que os projetos da agricultura, sobretudo de irrigação, sejam ambientalmente sólidos e sustentáveis, evitando o uso de adubos que possam poluir solos e acautelar a aceleração da erosão.

"Há que construir uma barragem para irrigação sem esta criar inundações, forçando a reassentamentos involuntários. Queremos disseminar técnicas de maneio de fertilizantes, para se evitar uso de adubos nocivos", explicou à Lusa Eugénio Nhone, coordenador Nacional do Projecto de Desenvolvimento de Irrigação Sustentável (Proirri).