Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Moçambique: Governo concessiona linha férrea Moatize-Maláui a sociedade detida pela brasileira Vale

Lusa

  • 333

Maputo, 03 jul (Lusa) - O governo moçambicano concessionou hoje à Sociedade Corredor Logístico Integrado de Nacala (CLIN), detida maioritariamente pela brasileira Vale, a linha férrea que liga a província de Tete ao Maláui e o Ramal Ferroviário de Nacala-à-Velha, no Norte do país.

Na sua 23.ª sessão ordinária, o Conselho de Ministros de Moçambique aprovou o decreto que define os termos de concessão da linha férrea Moatize-Maláui e do Ramal Ferroviário de Nacala-à-Velha, entre os distritos de Mossuril e Ponta Mamuaxi, na qualidade de outorgante ferroviário à CLIN.

O traçado da linha consiste num troço entre a bacia carbonífera de Moatize, em Tete, na região Centro do país, que atravessa o território malauiano e entra novamente em Moçambique, através do Corredor de Desenvolvimento do Norte, terminando no porto de Nacala-à-Velha, no Norte moçambicano.