Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

MNE de Israel pede formalmente a demisão mas quer voltar rapidamente ao Governo

Lusa

  • 333

Jerusalém, 16 dez (Lusa) -- O ministro dos Negócios Estrangeiros de Israel, Avigdor Lieberman, entregou hoje oficialmente a sua demissão na sequência das acusações de abuso de confiança e fraude, mas diz que só deixar o Governo temporariamente e espera voltar muito em breve.

Avigdor Lieberman, que para além de chefe da diplomacia é vice-primeiro-ministro, tinha anunciado na sexta-feira, de forma informal a sua demissão, um dia depois de ser acusado pelo Ministério Público dos crimes de "abuso de confiança e de fraude" no âmbito de um processo de corrupção, por ter promovido o ex-embaixador israelita na Bielorrússia, Zeev Ben Arieh, segundo um comunicado do procurador-geral Yehuda Weinstein.

Hoje, o responsável entregou formalmente o seu pedido de demissão, que passa a efetivo na terça-feira, mas diz que espera voltar e que esta saída seja do Governo israelita seja "o mais breve possível".