Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

MNE australiana reafirma críticas à zona de identificação aérea da China

Lusa

  • 333

Sydney, Austrália, 28 nov (Lusa) - A ministra dos Negócios Estrangeiros da Austrália, Julie Bishop, reafirmou hoje as suas críticas à criação de uma zona de identificação aérea pela China que inclui as ilhas Senkaku/Diaoyu, disputadas por Tóquio e Pequim.

"A Austrália tem um interesse chave na região e vamos opor-nos a qualquer ação, de qualquer dos lados, que consideremos poder aumentar a tensão e o risco de um cálculo errado nas zonas territoriais disputadas", declarou a ministra à cadeia Sky News, ao referir-se à zona do Mar da China Oriental.

Julie Bishop convocou na terça-feira o embaixador chinês em Camberra para manifestar a sua preocupação sobre o aumento das tensões na região e deixar clara a sua oposição a "qualquer ação unilateral para mudar o 'status quo' no Mar da China Oriental".