Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Missão da ONU para o Kosovo "fracassou" - Amnistia Internacional

Lusa

  • 333

Londres, 27 ago (Lusa) -- A missão da ONU para o Kosovo (UNMIK) "fracassou" no momento de investigar o sequestro e homicídio de sérvios kosovares após o conflito armado entre 1998 e 1999, revela um documento hoje divulgado pela Amnistia Internacional.

A organização de Direitos Humanos publicou o documento nas vésperas do Conselho de Segurança das Nações Unidas que a 29 de agosto discute a questão do Kosovo.

No documento da Amnistia Internacional, a organização pede à ONU que "resolva" o legado deixado pelo conflito, que inclui o "destino de pessoas desaparecidas de todas as comunidades do Kosovo" e defende que "sejam levados à Justiça os responsáveis de crimes contra a humanidade".