Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ministros das Finanças da zona euro reúnem-se hoje sem novos "bónus" para Portugal em agenda

Lusa

  • 333

Bruxelas, 03 dez (Lusa) -- O Eurogrupo volta a reunir-se hoje, em Bruxelas, uma semana após ter sido finalmente alcançado um acordo sobre a ajuda à Grécia, mas sem ter em agenda uma eventual extensão a Portugal das vantagens concedidas a Atenas.

Na semana passada, no final da terceira "maratona" negocial no espaço de três semanas, a zona euro e o Fundo Monetário Internacional (FMI) chegaram enfim a um acordo sobre a revisão da ajuda à Grécia, tendo então o presidente do Eurogrupo indicado que os outros países sob programa, Portugal e Irlanda, deveriam também beneficiar das novas regras para os empréstimos concedidos à luz do fundo europeu de estabilização financeira, o que seria discutido na reunião de hoje.

Todavia, um alto responsável europeu afirmou na passada sexta-feira que a extensão das novas regras a Lisboa e Dublin não está sobre a mesa, argumentando que a Grécia é "um caso único" e as condições acordadas na última reunião do Eurogrupo foram também "únicas", além de que Portugal e Irlanda já beneficiaram de um "bónus", ao ficarem isentos da redução dos juros cobrados a Atenas nos empréstimos bilaterais e da transferência dos lucros dos bancos centrais nacionais nos programas de compra de dívida.