Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ministro Rui Machete disponível para esclarecer "erro involuntário" dia 8 no Parlamento

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 set (Lusa) - O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, manifestou disponibilidade para prestar esclarecimentos no Parlamento sobre o "erro involuntário" que disse ter cometido, quando referiu nunca ter sido acionista da SLN.

Numa carta dirigida terça-feira ao presidente da comissão parlamentar de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas, Alberto Martins, hoje divulgada à Agência Lusa, o ministro sugere que seja aproveitada a sua primeira audição parlamentar, prevista para dia 8 de outubro, para "prestar os esclarecimentos que os senhores deputados julguem pertinentes".

"Tendo os senhores deputados do Bloco de Esquerda levantado dúvidas em relação a uma carta de 5 de novembro de 2008, que escrevi ao senhor deputado Luís Fazenda, em que, por erro involuntário, referi nunca ter sido acionista da SLN - Sociedade Lusa de Negócios S.A., julgo curial aproveitar a minha primeira ida ao Parlamento após aqueles eventos para prestar os esclarecimentos que os senhores deputados julguem pertinentes", sugeriu Rui Machete.