Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ministro holandês das Finanças poderá suceder a Juncker à frente do Eurogrupo - imprensa

Lusa

  • 333

Berlim, 17 dez (Lusa) - O ministro holandês das Finanças, Jeroen Dijsselbloem, deverá ser o novo chefe do Eurogrupo, sucedendo no cargo ao primeiro-ministro luxemburguês, Jean-Claude Juncker, noticiou hoje o jornal Frankfurter Allgemeine Zeitung, citado pela agência Efe.

O diário alemão refere, na edição online, que os chefes de Estado e de Governo dos países da zona euro chegaram a um acordo informal em relação à liderança do Eurogrupo na última cimeira em Bruxelas e que a decisão final será tomada pelos ministros das Finanças dos países da zona euro a 17 de janeiro.

O porta-voz do governo alemão, Steffen Seibert, não quis comentar estas informações e disse apenas que a sucessão de Juncker será deliberada pelos titulares das Finanças dos países da moeda única em momento oportuno.